Jeep Compass Trailhawk 2.0 Diesel
Desempenho 2
Consumo 3
Segurança 5
Conectividade 3
Conforto 4
Pacote de série 5
Mercado 4

A versão Trailhawk só é vendida com motor 2.0 turbodiesel de 170 cv de potência e tração 4×4. O que é novo O Compass Trailkawk ganhou rodas aro 19, sistema de estacionamento semi-autônomo, partida remota pela chave e teto pintado na cor preta na linha 2019. A lista de opcionais também mudou. O pacote Hight ..

Summary 3.7 muito bom
Desempenho 1
Consumo 1.5
Segurança 1
Conectividade 1
Conforto 2
Pacote de série 2
Mercado 1.5
Faça sua própria avaliação deste carro. Clique nas estrelas acima e dê sua nota: 1= ruim; 2= básico; 3= médio; 4= bom; 5= ótimo. Depois clique em “Aceitar”. Você só pode votar uma vez .
Aceitar
Summary 1.4 médio

A versão Trailhawk só é vendida com motor 2.0 turbodiesel de 170 cv de potência e tração 4×4.

O que é novo

  • O Compass Trailkawk ganhou rodas aro 19, sistema de estacionamento semi-autônomo, partida remota pela chave e teto pintado na cor preta na linha 2019.
  • A lista de opcionais também mudou. O pacote Hight Tech passa a ser oferecido pela metade do preço que custava antes. Ele traz piloto automático adaptativo, frenagem automática de emergência, assistente de manutenção em faixa, bancos dianteiros elétricos, som premium Beats e porta-malas com tampa motorizada.

O que nós gostamos

  • O Compass Trailhawk é o SUV mais legítimo da linha. Além da tração 4×4, ele dispõe de seletor de terreno, suspensão independente nas quatro rodas e pneus de uso misto.
  • Uma das vantagens do Compass é ter tração integral completa (4WD e não AWD), não apenas com reduzida (botão 4WD Low), mas também com bloqueio do diferencial (4WD Lock, que distribui 50% da tração para cada eixo).
  • A posição de dirigir é elevada, porém confortável. A carroceria inclina nas curvas, mas não chega a assustar.
  • O câmbio automático de nove marchas é um dos pontos altos do carro, pois garante ótimo desempenho do motor em todas as faixas de rotação.
  • Topo de linha, o Compass Trailhawk é o mais equipado. Sua multimídia é completa e intuitiva, os bancos são de couro, o volante tem ótima empunhadura e o interior é espaçoso.
  • O comportamento do carro na estrada é bom (só os pneus de uso misto prejudicam um pouco o conforto e a estabilidade), mas em terrenos ruins ou off road ele mostra todo o seu valor.
  • O acabamento soft touch do painel e das portas é de série em toda a linha. A tela multimídia tem 8,4”, com ar-condicionado digital e piloto automático adaptativo com quatro níveis de distância para o carro da frente.
  • O quadro de instrumentos tem dois canhões com ponteiros (para velocímetro e conta-giros) e computador de bordo de 7” colorido com oito telas na versão Trailhawk.
  • Em segurança, o Compass a diesel vem com sete airbags, assistente de ponto cego inclusive nas manobras de estacionamento, farol alto/baixo automático (por meio de uma câmera instalada acima do retrovisor), sistema de freios anticolisão (se o motorista não frear, o carro faz isso sozinho em caso extremo) e controle anticapotamento.

O que pode melhorar

  • O carro é um pouco lento nas retomadas de velocidade, apesar dos incríveis 350 Nm de torque. Culpa do câmbio, que é meio preguiçoso quando se quer andar rápido, mesmo no modo manual.
  • Precisa mesmo daquela tarja preta sobre o capô? Bem, pelo menos agora o teto também é preto.
  • O Compass mais caro é o que tem as rodas mais feias. Tradição, ok, mas um novo visual seria de bom tom.
  • Esta versão comporta apenas 388 litros no porta-malas, ao contrário dos 410 do restante da linha.

Os números

Ano: 2019
Preço: R$ 176.990*
Motor: 2.0 turbo diesel
Potência máxima: 170 cv
Torque máximo: 350 Nm
Câmbio: 9 marchas AT
Comprimento: 4,416 m
Largura: 1,819 m
Altura:  1,654 m
Entre-eixos: 2,636 m
Peso: 1.751 kg
Pneus: 225/60 R17 (off-road)
Porta-malas: 388 litros
Tanque: 60 litros
0-100 km/h: 10s0
Velocidade máxima: 194 km/h
Consumo cidade: 9,4 km/l
Consumo estrada: 11,5 km/l
Emissão de CO2: 195 g/km

*Veja o preço atualizado no site do fabricante.

Veja outros carros dessa Categoria

Toyota RAV4 Hybrid mostra por que é o SUV mais vendido do mundo

Toyota RAV4 Hybrid mostra por que é o SUV mais vendido do mundo


Toyota RAV4 Hybrid mostra por que é o SUV mais vendido do mundo

O Toyota RAV4 chegou à quinta geração. O SUV mais vendido do mundo está completamente modificado. Para começo de conversa, no mercado brasileiro ele agora só está disponível em duas versões híbridas: S Hybrid de R$ 167.990 e SX Hybrid de R$ 185.990. Ele vem com um motor a gasolina de 2,5 litros...

Volkswagen Jetta GLI: um sedã com duplo caráter

Volkswagen Jetta GLI: um sedã com duplo caráter


Volkswagen Jetta GLI: um sedã com duplo caráter

O Jetta GLI, único com motor 2.0 turbo, chegou em 2019 para completar a linha do renovado sedã da Volkswagen. O nome 350 TSI refere-se ao valor do torque (350 Nm) e ao fato de ser um turbo com injeção direta de combustível (somente gasolina, ao contrário dos 250 TSI do restante da linha, que são...

Honda Civic Sport 2.0 MT

Honda Civic Sport 2.0 MT


Honda Civic Sport 2.0 MT

VEREDICTO: O Honda Civic Sport 2.0 com câmbio manual de seis marchas é o mais acessível da linha. Custa R$ 7.600 a menos do que a versão com câmbio CVT. É um carro familiar bom de dirigir, mais rápido que o automático e adequado para a estrada. O que é novo O Honda Civic da décima geração...

Deixe um comentário